19/10/2021 06h04 - Atualizado em 19/10/2021 14h23

Servidores se unem para divulgar campanha do Outubro Rosa

Os servidores do DIO/ES, Aderes e Semobi vestiram-se de rosa, cor símbolo da campanha contra o câncer de mama

A campanha “Outubro Rosa - A prevenção é essencial” já começou e os servidores do Departamento de Imprensa Oficial do Espírito Santo (DIO/ES); da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes) e da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) vestiram-se de rosa, na quinta-feira (07/10), como forma de conscientizar mais mulheres sobre a importância da prevenção.

“O Outubro Rosa é o momento de fazer um alerta para nós, mulheres, quanto à importância da prevenção. Temos que ficar de olhos bem abertos, pois o câncer de mama é silencioso e quanto antes for descoberto mais fácil será o tratamento", destacou a diretora-presidente do DIO/ES, Madalena Santana.

Para o diretor-presidente da Aderes, Alberto Farias Gavini Filho, o Outubro Rosa é um "despertar". "Desde a década de 1990 o mundo vem despertando para a prevenção de maneira que as mulheres fiquem alertas para se cuidarem tanto para o câncer de mama quanto para o câncer do cólo do útero. Também é importante conscientizar os homens para que fiquem atentos em relação às suas companheiras, mães e filhas", ressaltou.

De acordo com a Gerente Técnico-Administrativa da Semobi, Ingrid Amorim de Rezende, a conscientização de todos é fundamental. "Acho muito importante esses movimentos de conscientização para se fazer despertar a necessidade do autoexame. E principalmente dessa forma descontraída com participação de homens e mulheres", disse.

Dados sobre o câncer de mama no Espírito Santo

Segundo a Gerência de Regulação da Atenção à Saúde (GERAS) da Secretaria da Saúde (SESA), de janeiro a julho deste ano, foram registradas 997 internações. Já durante todo o ano de 2020, 1.711 atendimentos, entre internações e procedimentos. Em relação aos procedimentos ambulatoriais, de janeiro a julho deste ano, foram realizados 23.472, enquanto que durante todo o ano passado, foram 41.524.

Quanto aos óbitos por câncer de mama feminino, foram registrados no Estado em 2020, 355 mortes. E de janeiro a setembro deste ano, foram 188 óbitos em decorrência da doença. Já em relação à realização de mamografias, foram realizados 48.781 exames, em 2020, e 32.894 de janeiro a julho deste ano.


Fotos: Edgard Lima

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard