07/06/2021 06h03 - Atualizado em 07/06/2021 09h10

Governador presta homenagem ao Diário Oficial pelos seus 131 anos de história

No dia 23 de maio, o Diário Oficial do Espírito Santo completou 131 anos de existência. Mesmo sendo uma publicação centenária, ela não parou no tempo. Ao contrário, inovou e está disponível para os cidadãos em versão 100% on-line todos os dias da semana. Ao falar sobre a publicação, o govenador do Estado, Renato Casagrande, ressaltou a importância do Diário Oficial como fonte de informação e transparência para a sociedade.

“São 131 anos informando a sociedade e divulgando as medidas que a impactam diretamente. Nesse momento de pandemia, o Diário Oficial se fortaleceu ainda mais, tornando-se uma fonte de informação para os meios de comunicação e para a sociedade, divulgando as medidas de combate ao Coronavírus. Um Estado que lidera em transparência, como o Espírito Santo, ter um Diário Oficial forte e organizado é fundamental”, destacou o governador.

O Departamento de Imprensa Oficial do Espírito Santo (DIO/ES) é o órgão responsável pela publicação do Diário Oficial do Estado. A diretora-presidente do DIO/ES, Madalena Santana, também falou sobre os 131 anos da publicação, que tem uma história de superação de muitos desafios.

“Parabenizo o Diário Oficial do ES pelos seus 131 anos de seriedade, competência, compromisso com a oficialização e a difusão dos atos oficiais. Presidir a autarquia nesse momento de pandemia nos remete a grandes desafios, entre eles, ser instrumento de oficializar atos em tempos de fake news”, disse.

A diretora-presidente do DIO/ES fez questão de agradecer ainda aos servidores e aos clientes da instituição, além de destacar o orgulho de fazer parte dessa história.

“Agradeço a todos os servidores que passaram pela autarquia ao longo desses anos e aos que estão aqui até hoje. Vocês, com certeza, foram e são peças fundamentais para a construção de uma história que orgulha o povo capixaba. Elevo os agradecimentos também aos nossos clientes, que são a razão do nosso existir. Tenho muito orgulho de também ser parte deste patrimônio histórico de luta, persistência e perenidade”, pontuou.

História

Segundo Diário Oficial mais antigo do País, a publicação segue registrando em suas páginas a história do Espírito Santo por meio de decretos, leis, balanços patrimoniais e outras matérias oficiais.

Apesar do marco ser a circulação da primeira edição, essa história começou alguns meses antes, em 20 de fevereiro de 1890, quando o então governador, Affonso Claudio de Freitas Rosa, editou o Decreto nº 14, de criação do “Diário Official do Estado Federal do Espírito-Santo”. No início, a oficina tipográfica ficava no Palácio Anchieta, no Centro de Vitória. Mas, em 20 de novembro de 1939, o Diário quase foi extinto após um grande incêndio ocorrido no palácio.

Em 1948, no Governo de Carlos Fernando Monteiro Lindenberg, a Imprensa Oficial foi transferida para uma nova sede, na famosa Avenida Capixaba, atual Jerônimo Monteiro. A partir de 1971, a autarquia conquistou sede própria no bairro Bento Ferreira, em Vitória, onde o parque gráfico funcionou até o início de 2018. O fim das edições impressas havia ocorrido um pouco antes, pois em 1º de agosto de 2017 o Diário Oficial do Espírito Santo passou a ser veiculado apenas na internet.

No final de 2020, o DIO/ES passou por uma nova mudança de sede, desta vez para uma sala no RS Trade Tower, localizado na avenida Nossa Senhora da Penha, na Praia do Canto. Mais compacta, a nova sede proporcionou maior economia nos custos e mais dinamismo à equipe. A modernização trouxe a facilidade de acesso. Hoje é possível tanto fazer uma publicação via smartphones, tablets e outros dispositivos móveis quanto acessar a edição de qualquer lugar. Basta acessar o site www.dio.es.gov.br. As edições estão disponíveis para acesso a partir da meia-noite.

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard